O Serviço de Psicologia Clínica do Hospital da Bahia é composto atualmente por 16 psicólogos estrategicamente posicionados na alta complexidade: Unidades de Medicina Crítica e Cirurgia Bariátrica. As demais unidades do hospital têm a presença desta especialidade sob regulação dos Programas de Interconsulta Psicológica e Busca Ativa – com delineamento de critérios clínicos para vigilância e intervenção em situações de risco psicológico e urgência subjetiva -, demarcando uma vasta cobertura no contexto hospitalar. Atentos à linha de ensino e pesquisa, o serviço oferece sazonalmente 05 vagas para o Programa Trainee em Psicologia Clínica Hospitalar.

A experiência em torno do adoecimento encerra o engendramento de diversos personagens (paciente-família-equipe), marca o desamparo radical e a necessidade de um ultrapassamento da doença orgânica. O sofrimento psíquico inerente ao adoecimento e hospitalização exige tratamento especializado. A atenção psicológica favorece a construção de modos de enfrentamento funcionais para situações de crise, perda, dor e mudanças, como também colabora para o restabelecimento integral do paciente. Para esta tarefa, o serviço de psicologia dispõe de procedimentos operacionais bem delineados sobre a assistência psicológica de pacientes e seus familiares.

Atualmente, gerencia o Protocolo Institucional de Delirium, Protocolo Clínico de Prevenção e Cuidado ao Suicídio e Protocolo Multiprofissional para Vítimas de Maus-tratos e seus Familiares.

Para continência dos processos emocionais que envolvem o adoecimento construiu escala especial para os finais de semana e feriados com a modalidade de Plantão Psicológico. Esta especialidade se ancora com um saber específico sobre a subjetividade e as reações psicoafetivas frente a doença e a morte oferecendo à equipe de saúde novas ferramentas no manejo do cuidado e tratamento.