Hospital da Bahia

Telefones Para Contato

HOSPITAL:
(71) 2109-1000

CENTRO MÉDICO:
(71) 2109-2000

Hospital da Bahia investe em segurança na assistência aos seus pacientes

Tem sido motivo de grande preocupação da classe médica uma notável redução de pacientes portadores de doenças agudas e crônicas não ligadas a COVID 19, a exemplo das Doenças Cardiovasculares (Infarto do Miocárdio e AVC), Doenças Oncológicas e de pacientes com indicações de cirurgias ou intervenções que têm deixado de procurar assistência médica e/ou abandonado os seus tratamentos.

Isto se deve ao avanço da pandemia pelo novo Coronavírus, com aumento significativo de casos nas últimas semanas, causando preocupação nas pessoas em realizar consultas médicas ou mesmo dirigir-se aos hospitais e serviços de emergência para atendimentos e procedimentos. O receio de contaminação pelo vírus que julgam ser mais perigoso do que as doenças mencionadas, traduz um equívoco que precisa ser esclarecido.

“O paciente que optar por parar seu tratamento, suspender sua consulta, não procurar atendimento e orientação médica em caso de sintomas, além de adiar procedimentos cirúrgicos e de alta complexidade por receio da Covid-19, sujeita-se a riscos ainda maiores, como sofrer um Infarto em casa ou AVC e, até mesmo, o risco de complicações por não procurar uma emergência hospitalar em tempo hábil”, explica Jadelson Andrade, Cardiologista e Superintendente do Hospital da Bahia.

Foi pensando em dar segurança aos pacientes portadores de doenças crônicas que necessitam manter seus tratamentos e assistência médica neste novo cenário, que o Hospital da Bahia adotou diversas medidas para que todos possam continuar cuidando da sua saúde neste período.

Dentre as medidas, está a criação de rígidos protocolos assistenciais e de segurança, baseados em referências nacionais e internacionais para que o hospital continue sendo um local seguro para todos os seus pacientes.

Com o objetivo de gerenciar e monitorar estes protocolos de segurança, foi criado na instituição, desde o surgimento dos primeiros casos de Infecção por Coronavírus, um Comitê de Gestão Multidisciplinar, coordenado pelo Superintendente Médico Executivo do Hospital da Bahia, Dr. Marcelo Zollinger, que estabeleceu rígidas medidas com adequação da estrutura física e operacional no Hospital da Bahia, visando individualizar completamente os pacientes com suspeita clínica e com diagnóstico confirmado de infecção por Coronavírus, daqueles pacientes que procuram o hospital, em todos os seus setores, para atendimento médico ou procedimentos que não estejam com diagnóstico de COVID-19.

Desta forma, os diversos setores do hospital passaram a seguir rigorosos protocolos de individualização destes pacientes, desde o atendimento da emergência, até os setores de internação e procedimentos, com pessoal treinado e com uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).


Este isolamento do espaço físico e dos colaboradores em todos os níveis de atenção aos pacientes com diagnóstico de COVID-19, traz segurança aos demais pacientes que têm acesso ao hospital para realização de consultas, exames, procedimentos clínicos, cirúrgicos e intervencionistas.

A monitorização diária e permanente destas rígidas medidas de segurança implementadas no Hospital da Bahia e acompanhadas pelo Comitê de Gestão, têm permitido dotar a instituição de estratégias de fluxos assistenciais diários, na dependência da demanda de pacientes que procurem os diversos setores do hospital, incluindo a emergência.

“As pessoas que procuram o hospital apenas quando há agravamento do seu quadro, podem ter uma situação de risco elevado para a sua saúde e sua vida. O câncer não deixou de ser grave por causa do Coronavírus. O infarto é a principal causa de morte no mundo e precisa ser tratado com brevidade. O AVC, não atendido a tempo, traz consigo sequelas neurológicas importantes”, completa Jadelson Andrade.

Não tratar ou retardar os tratamentos pode ser fatal ou gerar graves complicações e risco de vida, alerta o corpo clínico de especialistas do Hospital da Bahia.  

Os pacientes que necessitem de atendimento médico nos consultórios, setor de emergência, internação, cirurgias, procedimentos de intervenção cardiológica ou neurológica, encontrarão o Hospital da Bahia em pleno funcionamento, dotado de ações com muito rigor técnico para que sejam tratados com segurança e excelência.

Fonte: Alô Alô Bahia