Hospital da Bahia

Telefones Para Contato

HOSPITAL:
(71) 2109-1000

CENTRO MÉDICO:
(71) 2109-2000

Hospital da Bahia está sem nenhum caso confirmado de coronavírus e montou emergência separada para atender pacientes gerais

Uma das unidades privadas de saúde a registrar pacientes com coronavírus em Salvador, o Hospital da Bahia está sem nenhum caso confirmado da doença na noite desta quarta-feira (8). Segundo o responsável técnico pela instituição, Marcelo Zollinger, há quatro pessoas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aguardando os resultados do exame que diagnostica a Covid-19.

O último paciente diagnosticado com a doença saiu na terça-feira (9) após se curar. Ele passou 14 dias no hospital. Como a emergência tem tido muita procura, pode ser que esse cenário mude rapidamente.

“Estamos passando por uma crise mundial sem precedentes. É um sofrimento muito grande e um número de mortes absurdo. Se a Bahia e Salvador não tivessem se preparado para essa doença, a situação aqui seria bem pior”, opinou Zollinger. Nesta quarta-feira (8), ele participou do Jornal da Cidade II Edição, apresentado por José Eduardo, na Rádio Metrópole.

O Hospital da Bahia montou um comitê de crise para tomar decisões sobre o coronavírus e dividiu a emergência em duas. Uma para receber somente casos suspeitos de Covid-19 e outra para casos gerais, com entrada e equipe independentes. O objetivo é blindar ambas unidades e evitar a propagação do coronavírus.

De acordo com Zollinger, a iniciativa deu certo e nenhum colaborador foi contaminado até o momento. Ele tranquiliza os pacientes que precisam realizar procedimentos, exames e cirurgias no hospital, pois a instituição se preparou para o cenário de pandemia.

“Não podemos aceitar que os pacientes posterguem os procedimentos por medo de contaminação. Estamos tendo responsabilidade técnica, seguimos protocolos. O paciente oncológico, por exemplo, não pode esperar para fazer uma cirurgia, quimio ou radioterapia. O paciente com problema cardíaco não deve postergar seus procedimentos eletivos para que o quadro não agrave. Todos serão atendidos com a maior tranquilidade. O Hospital da Bahia foi preparado para isso, fizemos um planejamento e jamais arriscaríamos”, frisou o responsável técnico.

Fonte: BNews